Campo magnético de Júpiter sofre pequenas e constantes alterações, assim como o que acontece com a Terra

Campo magnético de Júpiter sofre pequenas e constantes alterações, assim como o que acontece com a Terra. Dados obtidos pela sonda Juno.

Este efeito é conhecido como variação secular geomagnética, valores que há séculos, são acompanhados aqui na Terra.

Antes somente eram monitorados as variações geomagnéticas da Terra, com o objetivo de entender melhor como funcionam as alterações do núcleo terrestre, principais causadores das variações.

A semelhança foi publicado na revista Nature, apresentando a análise das informações obtidas pelas sondas Voyager, Pioneer e Juno, com um período de 45 anos de diferença entre elas. Através do uso de um modelo computacional, os pesquisadores chegaram à conclusão de que provavelmente os ventos intensos, que sopram muito abaixo do topo das nuvens, são o principal motivo das mudanças.

A cientista Kimee Moore, que fez parte do projeto Juno, comenta que
“encontrar algo tão minucioso quanto essas mudanças em algo tão imenso como o campo magnético de Júpiter foi um desafio”. Ela ainda complementa dizendo que “ter uma linha de base de observações precisas durante quatro décadas nos forneceu dados suficientes para confirmar que o campo magnético de Júpiter realmente muda com o tempo”.

Essas informações obtidas são importantes para que possamos entender melhor o nosso Sistema Solar, aumentando cada vez mais o conhecimento sobre a Terra. Mesmo com as diferenças entre os planetas, diversos fenômenos que ocorrem de forma semelhante, podem servir como base para o desenvolvimento de novos conhecimentos e tecnologias.

Por: Oximag
Fonte: Nature

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *