Curiosidades sobre ímãs

Os ímãs podem ser definidos como objetos capazes de criar um campo magnético ao seu redor de forma artificial ou natural. 

O ímã natural é composto por minerais com certas substâncias magnéticas ao seu redor, como a magnetita. Já o ímã artificial, é um produto que não possui propriedades magnéticas, porém, pode receber essas características de um ímã natural. 

As utilidades dos ímãs são inúmeras, sendo encontrados em diversos produtos. O ímã de neodímio, por exemplo, é popularmente usado em terapia magnética para aliviar sintomas e dores causadas por problemas de saúde, como artrite. 

Considerando esse e outros detalhes, preparamos este conteúdo para falar sobre os ímãs, algumas de suas funções e como ímãs artificiais são divididos!. Confira! 

Conheça as subdivisões dos ímãs artificiais 

Os ímãs artificiais, que são aqueles que não possuem propriedades magnéticas mas podem adquirir com a construção de uma liga metálica. Esses ímãs são divididos em permanentes, temporais e eletroímãs. Suas definições são: 

Ímã permanente 

O ímã permanente é desenvolvido com um material com a capacidade de manter as propriedades magnéticas mesmo depois de encerrado o processo de imantação. São materiais chamados de ferromagnéticos. 

Ímã temporal 

O ímã temporal possui propriedades magnéticas somente enquanto é encontrado diante da ação de outro campo. O processo que possibilita essa ação é chamado de paramagnético. 

Eletroímã 

O eletroímã é composto por um condutor em que uma corrente elétrica que circula e um núcleo, comumente feito de ferro. Suas características dependem da passagem de corrente pelo condutor; ao cessar a passagem de corrente cessa também a existência do campo magnético.

Curiosidade: a terra também se comporta como um grande ímã

Possuindo dois pólos magnéticos bem definidos em suas extremidades, a terra se comporta como um grande ímã também. É graças às propriedades magnéticas da terra que podemos nos orientar por meio de bússolas, por exemplo.

O polo norte geográfico da Terra é o sul magnético, e o sul geográfico, o norte magnético. A bússola é composta por uma agulha feita de magnetita, que fica apoiada sobre um pequeno suporte para que possa girar livremente de acordo com o campo magnético da terra. 

Uma outra curiosidade sobre os ímãs é o fato de estarem presentes em diversos lugares. Já parou para pensar em quantos lugares possíveis o componente pode estar?

Principalmente em dispositivos eletrônicos e baterias, o ímã está lá para que os componentes funcionem. Falo tanto de objetos do dia a dia, como seus fones de ouvido, como partes de um motor elétrico trifásico, cilindro hidráulico ou filtro de ar industrial

Os ímãs e sua presença em locais não pensados antes 

Como vimos ao longo deste conteúdo, os ímãs são elementos importantes que, nos dias de hoje, fazem parte do funcionamento de diversos equipamentos. 

O ímã de neodímio, por exemplo, é um dos mais usados em diversos produtos, por fazer parte dos mais fortes e realizar bem a tarefa proposta. 

Fora isso, os ímãs artificiais possuem subdivisões, mantendo cada um uma característica única que é mais adequada para alguma situação específica. De modo geral, essas divisões são de imã permanente, temporal e eletroímã. 

Mas agora que chegamos aqui, o que achou das nossas informações? Boa parte dessas informações deve ter sido nova sobre os ímãs, mas é provável que agora você se pergunte em quais produtos do seu dia a dia possuem ímã em parte da sua composição!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *